Tunísia Parte II: Pâtisserie Tunisienne

Depois de degustar algumas delícias tunisianas resolvi escrever um post apenas sobre seus doces, isso porque a técnica de pâtisserie da Tunísia é única e muito celebrada. De simples a sofisticados, os doces recebem aromas especiais como o de flor de laranjeira e rosas. As riquezas naturais também estão presentes nas preparações, como as tâmaras, os pistaches e as amêndoas. E tudo delicadamente decorado. Impossível não cair de cabeça!

Água de flor de laranjeira é a base aromatizante de muitos doces, seria como o nosso extrato de baunilha. A água de rosas também é muito utilizada e extraída de uma rosa típica da Tunísia. Estes aromas florais conferem um toque de frescor, um sabor mais sofisticado e inesperado que surpreende o paladar dos turistas.

Flores de Laranjeira – venda a granel – Feira de Susse

O melhor, mais saudável e talvez único gluten free snack é a Tâmara. Não poderia ser diferente, visto que a Tunísia é a terra das Tâmaras. Super carnudas, macias, deliciosas, muito diferentes daquelas que comemos no Brasil. Já está difícil de viver longe delas. Lembrando que a utilidade das tâmaras na culinária natural “ocidental” é enorme e ainda pouco explorada.

Tâmaras na feira de Susse

É com a Tâmara e Semolina de Trigo que eles fazem um docinho popular muito apreciado, o Makroud. A massa é feita apenas com semolina de diferentes moagens. O resultado é uma massa porosa que absorve o mel onde o biscoito é banhado após ser frito. Para o recheio, eles preparam uma pasta feita com tâmaras e alguns temperos. Para degustar o Makroud original você deve visitar  Kairouan, cidade próxima de Susse e famosa por este doce.

Makroud em Kairouan

Após estas delícias nada melhor que um bom chá. Apreciados após as refeições, os chás mais populares são o de menta e o chá verde. O segredo é na forma com que são servidos: com uma bela colher de pignoli ou amêndoas tostadas na superfície do copo. Ótima sugestão para servirmos bem uma visita.

Assim como nós, os tunisianos celebram todos momentos da vida com uma bela e farta mesa rodeada de pessoas queridas. Foi por isso que nos identificamos bastante com eles. E você deve estar se perguntando  porque eu não citei nada sobre “sem glúten, sem lactose” neste artigo. Pela minha breve experiência, não pude observar nenhuma alternativa para pessoas com alergias alimentares, principalmente ao glúten. A única e mais simples solução são os alimentos in natura, estes substituem facilmente um sanduíche ou doce do meio da tarde com o mesmo poder de saciedade.

Alguns doces populares comercializados por vendedores ambulantes provavelmente são livres de glúten. É o caso do Nougat, torrone como aqueles encontrados na Espanha porém mais macio e com um gostinho de flor de laranjeira incomparável. O Nougat pode ser feito com amêndoas (mais comuns), pistache ou amendoim. Os carrinhos de Nougat estão por toda parte. E neles também encontramos amêndoas cristalizadas, como na foto abaixo. Eles utilizam um pequeno machado para quebrar em pedaços e vendem por quilo.

Adorei dividir esta viagem com vocês, espero que também tenham gostado. Nosso próximo encontro será com o couscous tunisiano e também alguma receita da Tunísia que estou preparando para o blog.

Até breve!

About these ads

1 Comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 138 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: